Efeitos da inibição da síntese de óxido nítrico e da suplementação de l-arginina na hipertrofia muscular esquelética

Resumo: Nos últimos anos tem aumentado o número de supostos suplementos a base de óxido nítrico (NO). O principal argumento, embora sem fundamentação científica satisfatória, é que o NO aumentaria a hipertrofia muscular. Apesar disso, existem na literatura científica algumas evidências de que o NO participa da modulação hipertrófica do músculo esquelético. Mas os estudos ainda são raros, os delineamentos são de curta duração, os resultados ainda são antagônicos e a magnitude do efeito ainda está distante de ser bem compreendida. Além disso, os delineamentos não permitem interpretações referentes ao aumento da disponibilidade deNO, mas apenas da restrição de NO. A compreensão dos mecanismos envolvidos na hipertrofia muscularé extremante importante, em particular pelo impacto que poderá causar na vida de pessoas acometidas por doenças ou lesões miodegenerativas. Diante disso, o principal objetivo do estudo será investigar se a inibição da síntese de NO pelo fármaco L-NAME, e o aumento da síntese de NO via suplementação com L-arginina serão capazes de modular a hipertrofia muscular esquelética induzida pela cirurgia de ablação sinergista em ratos Wistar.

Data de início: 2017-05-16
Prazo (meses): 36

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Aluno Mestrado Jean Carlos Loura Santos
Colaborador Ana Paula Lima Leopoldo
Colaborador Wellington Lunz
Coordenador Lucas Guimarães Ferreira
Pesquisador Danilo Sales Bocalini

Páginas

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910