Sobre educação do corpo na América do Sul: artefatos culturais e usos políticos

Resumo: Essa pesquisa se origina de um projeto de cooperação internacional, financiado pela Secretaria de Relações Internacionais/PRPPG/UFES entre 2016 e 2018, envolvendo, inicialmente os seguintes grupos de pesquisa: LESEF/UFES e Colectivo de Estudios sobre Políticas, Educación y Cuerpo do Instituto de Investigaciones en Humanidades y Ciencias Sociales da Universidad Nacional de La Plata/Argentina. Posteriormente foi incorporado o grupo de pesquisa "Corpo e Política" da Universidade Federal de Sergipe.
Nossa temática transita em função da exacerbação de modelos de felicidade conectados às preocupações com o corpo. Entendemos ser essa uma característica das sociedades contemporâneas. A preocupação com estilos de vida saudáveis e com a qualidade de vida tem sido um tema constante de políticas públicas no âmbito da educação, da saúde e do lazer, de artefatos midiáticos e de narrativas identitárias em diferentes grupos (GIDDENS, 2002; CASTRO, 2003). Esses diferentes dispositivos e discursos compõem um conjunto de biopolíticas contemporâneas (FOUCAULT, 2012) que analisaremos neste projeto de pesquisa sob a perspectiva das formas de educação do corpo (GOMES, VAZ, ASSMANN, 2014) e que constituem o objeto desta pesquisa.
Mais especificamente, nosso objeto de estudo são as propostas midiáticas e práticas culturais sobre o corpo, referidas principalmente á saúde, a educação, a indústria cultural, entre outras. Para dar maior visibilidade ao nosso objeto e para a realização da pesquisa empírica, optaremos pela análise das propostas a partir de diferentes artefatos midiáticos (programas televisivos, jornais, cinejornais e revistas), projetos/programas no âmbito da saúde e na educação, bem como, a recepção dessas propostas a partir das narrativas de usuários, leitores e expectadores desses artefatos culturais. Neste sentido, então, a proposta é observar genealogicamente continuidades e rupturas discursivas em duas dimensões: por um lado, entre os diferentes artefatos culturais, assim também como, por outro, as ressignificações históricas do que significa educar os corpos (sadios, fortes, estéticos, etc.).

Data de início: 2019-03-01
Prazo (meses): 60

Participantes:

Papelordem decrescente Nome
Coordenador Eduardo Lautaro Galak
Coordenador Ivan Marcelo Gomes
Pesquisador Felipe Quintão de Almeida
Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910