"EDUCAÇÃO OLÍMPICA NA EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR: AVALIAÇÃO DA EFETIVIDADE DE ATIVIDADES ESPECÍFICAS PARA A DIMENSÃO ATITUDINAL NO COMPORTAMENTO DE ESCOLARES DO ENSINO FUNDAMENTAL (I)"

Nome: Donaldson Rodrigues Thompson
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 30/06/2015
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Otávio Guimarães Tavares da Silva Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Nelson Schneider Todt Examinador Externo
Otávio Guimarães Tavares da Silva Orientador
Wagner dos Santos Examinador Interno

Resumo: As novas estruturas sociais indicam um alargamento do leque de valores morais e a marginalização de outros, em um quadro caracterizado de crise social de valores morais. Nesse cenário, a Educação Olímpica apresenta-se como possibilidade de educação, pois, preconiza unir o esporte aos valores morais universais, objetivando usá-los como meios para a educação. O discurso e o uso do esporte e das práticas corporais no ensino de valores sociais no contexto escolar, e na Educação Física, de um modo geral, são comuns, entretanto, revisões demonstram que as iniciativas existentes são pouco sistematizadas, e o ensino em valores, muitas vezes, acontece intrinsecamente. Além disso, a dimensão atitudinal observadas pelos professores nas aulas são apropriações que acontecem de maneira incidental e exortativa. Esse estudo desenvolveu-se sobre a perspectiva da educação em valores por meio do esporte, e das práticas corporais, baseado nos pressupostos filosóficos e pedagógicos da Educação Olímpica. Acreditamos que essa ferramenta possui um potencial educacional apropriado ao ensino dos jovens e das crianças na dimensão atitudinal na Educação Física escolar. Propomos investigar a efetividade, a ocorrência e os efeitos de um conjunto de atividades de educação em valores no comportamento pró-social de escolares do ensino fundamental de uma escola pública, localizada no bairro de Alterosas, município de Serra, Espírito Santo, entre os meses de Agosto a Outubro de 2014. Nossa pesquisa é do tipo quanti-qualitativo no modelo longitudinal “quase experimental pré-teste/ pós-teste” não randomizado (KERLINGER, 1986). Para a avaliação dos efeitos das atividades foi aplicado em pré-teste e pós-teste o questionário “Prosocial Behaviour Questionnaire” - PBQ (WEIR; DUVEEN, 1981). A nossa hipótese é que um ambiente intencionalmente voltado aos valores, somado a um conjunto de atividades específicas, à dimensão atitudinal e a esse nível de ensino, gera uma mudança/melhora comportamental. Os dados demonstram que não houve diferença significante no score intergrupos, entretanto os dois grupos estudados apresentaram scores superiores aos iniciais nos pós-teste intragrupos. Estabelecermos uma relação de causalidade das atividades específicas para a dimensão dos valores e a mudança de comportamentos e atitudes observáveis nos grupos, através das variáveis intervenientes controladas qualitativamente.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910