Currículos em projetos sociais: entre prescrições e práticas discursivas

Nome: Cássia dos Santos Gonçalves
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 29/10/2020
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
André da Silva Mello Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
André da Silva Mello Orientador
Ivan Marcelo Gomes Examinador Interno
Maria Cecília da Silva Camargo Examinador Externo

Resumo: Analisa as aproximações e os distanciamentos entre as orientações prescritivas de quatro projetos sociais vinculados às práticas corporais e os discursos de seus gestores e educadores. A pesquisa parte da premissa de que os educadores dos projetos sociais não consomem passivamente as prescrições veiculadas pelos documentos orientadores das instituições analisadas, pois há uma estética da recepção, que configura diferentes práticas de apropriação, gerando desvios e consumos específicos dessas prescrições. Para tanto, combina dois procedimentos metodológicos: a pesquisa documental com a pesquisa descritivo-interpretativa. As instituições participantes são: Associação de Apoio e Orientação à Criança e ao Adolescente (AAOCA), Instituto Vila Olímpica Social (IVOS), Associação Cultural, Desportiva e de Ação Social Capoeira na Comunidade (ACDASCC) e o serviço de convivência e fortalecimento de vínculos Caminhando Juntos (CAJUN), pertencentes à Região Metropolitana da Grande Vitória/ES. Quanto aos documentos, foram mobilizados para a pesquisa três estatutos, dois históricos institucionais, reportagens, arquivos impressos e virtuais. Em relação à pesquisa descritivo-interpretativa, realiza entrevista semiestruturada com 41 gestores e educadores sociais dos projetos investigados. Os dados produzidos foram interpretados por meio da Análise de Conteúdo. A análise dos dados indica que há coerência entre os documentos prescritos e os discursos dos gestores e educadores a nível geral; no entanto, a nível específico, algumas lacunas ainda são encontradas. Objetivos relacionados à ecologia, desenvolvimento da autonomia, preservação da cultura e combate ao preconceito se mostram presentes nos documentos, mas não constam nos discursos dos educadores e coordenadores, o que reforça a necessidade de aproximação entre as dimensões prescritas e praticadas, para que os êxitos institucionais sejam ainda mais significativos. Sobre a construção curricular em/para projetos sociais com intuito de qualificar as práticas e apresentação da instituição, esta pesquisa mostra que é possível e viável, desde que respeitando todos os envolvidos com o processo de atendimento, ensino e de aprendizagem e não como documento meramente burocrático. Vale salientar que parte deste currículo já existe em forma de estatutos, históricos e demais documentos, cabendo às instituições e demais pesquisadores da área investirem em discussões rumo à junção e atualização dos documentos existentes, produção e sistematização de currículos específicos para cada instituição.

Palavras-chave: Projetos sociais. Práticas corporais e esportivas. Currículos. Práticas discursivas.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910