Treinamento em habilidades sociais na prevenção ao abuso de álcool e outras drogas

Nome: Gelsimar Jose Machado
Tipo: Tese de doutorado
Data de publicação: 30/06/2020
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Liana Abrão Romera Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Alessandra Turini Bolsoni Silva Examinador Externo
Felipe Quintão de Almeida Examinador Interno
Liana Abrão Romera Orientador
Raul Aragão Martins Coorientador
Susana Alexandra Henriques Examinador Externo
Vanessa Barbosa Romera Leme Examinador Externo

Resumo: Este trabalho apresenta os resultados de uma pesquisa sobre um programa de prevenção ao abuso de álcool e outras drogas com base nas habilidades sociais com o público adolescente. As habilidades sociais são diferentes classes de comportamento que o indivíduo possui para lidar com as situações interpessoais, entre elas a comunicação, o fazer e manter amizade, empatia, assertividade, expressar solidariedade, manejar conflitos e resolver problemas interpessoais, expressar afeto e intimidade. A pesquisa teve como objetivo identificar índices de uso de álcool e outras drogas e sua relação com habilidades sociais entre adolescentes de uma escola do interior do estado do Espírito Santo, bem como implementar e avaliar um programa de prevenção ao abuso dessas substâncias a partir do Treinamento de Habilidades Sociais. Os objetivos específicos foram: caracterizar as habilidades sociais; utilizar os instrumentos de avaliação antes e depois das intervenções; avaliação follow-up (três e seis meses após as intervenções); relacionar dois instrumentos de avaliação; e analisar dados entre os estudantes. A metodologia se constituiu como uma pesquisa-ação desenvolvida em uma escola estadual no interior do estado do Espírito Santo com uma turma composta de 19 alunos do ensino médio. Foram utilizados dois instrumentos para a produção de dados: o Teste de Identificação de Distúrbios do Uso de Álcool (Alcohol Use Disorders Identification Test – AUDIT), e o Inventário de Habilidades Sociais para Adolescentes (IHSA-Del-Prette). Por meio de uma abordagem interativa, o programa de prevenção se constituiu de 12 sessões abordando direta e indiretamente o tema drogas e o fortalecimento das habilidades sociais. Os instrumentos foram reaplicados ao final e aos três e seis meses após o término das intervenções, com a técnica de grupo focal. Entre os resultados relativos ao tema drogas, houve diminuição do consumo de álcool, aquisição de informações inovadoras, desconstrução de concepções equivocadas acerca de normas sociais com base em dados científicos. Em relação às habilidades sociais, a empatia e a assertividade foram as habilidades mais enfatizadas pelos participantes. Destacam-se ainda o desenvolvimento da paciência e a diminuição da ansiedade. As atividades com base em encontros interativos possibilitaram melhor aquisição do aprendizado. Observou-se que a estratégia das habilidades sociais possibilita alcançar resultados significativos acerca da prevenção ao abuso de drogas. Acredita-se que resultados de programas de prevenção podem ser mais expressivos quando há menor ênfase sobre as substâncias e maior foco nas ações em que se privilegiam as pessoas.

Palavras-chave: Habilidades Sociais. Prevenção. Álcool e outras Drogas. Adolescência. Escola.

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910