Análise da dupla tarefa em idosos caidores e não caidores: marcha combinada com alcance e preensão durante a ultrapassagem de obstáculos

Nome: Janine Carvalho Valentino Camargos
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 19/05/2020
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Natalia Madalena Rinaldi Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Danilo Sales Bocalini Examinador Interno
Lucas Rodrigues Nascimento Examinador Externo
Natalia Madalena Rinaldi Orientador

Resumo: A tarefa alcance e preensão de um objeto está presente em muitas atividades de vida diária, e muitas vezes está acompanhada da marcha, que também representa uma habilidade funcional importante. Diferentes estudos têm analisado e descrito o padrão de movimento da marcha e preensão separadamente em função de diferentes aspectos que influenciam como o movimento é controlado. No entanto o entendimento dos mecanismos de controle e das possíveis alterações que ocorrem nessas habilidades motoras quando combinadas não estão totalmente elucidados. Ainda, não está claro quais são as modificações que ocorrem nestes movimentos em função do processo de envelhecimento e do histórico de quedas. O objetivo deste estudo foi investigar o desempenho motor da marcha e do movimento de preensão em idosos caidores e não caidores em função do aumento na dificuldade da tarefa locomotora e manual. Participaram deste estudo 26 idosos, distribuídos em dois grupos, caidores (n=13) e não caidores (n=13). Os participantes foram convidados a realizarem duas condições de marcha na velocidade preferida: 1) Marcha combinada com o movimento de alcance e preensão com a ultrapassagem do obstáculo; 2) Marcha combinada com a ultrapassagem do obstáculo sem o movimento de alcance e preensão preensão. A tarefa experimental foi realizada com diferentes níveis de dificuldade da tarefa manual (com e sem obstáculos de madeira em volta do objeto) e da tarefa locomotora (obstáculo em diferentes distancias). O sistema utilizado para analisar os movimentos alcence e preensão, e os parâmetros espaço temporais da marcha foram compostos por dois diferentes tipos de sensores: Kinect v2, Leap Motion controller. O nível de significância adotado em todas as análises será de p ≤ 0,05. Os idosos com histórico de quedas apresentaram um desempenho motor inferior aos idosos sem histórico de quedas na marcha com ultrapassagem de obstáculo combinada com o movimento de preensão, como por exemplo, redução na velocidade do centro de massa, aumento da base de suporte, menor comprimento do passo, menor distância horizontal pé-obstáculo. Além disso, os idosos com histórico de quedas apresentaram maior tempo de movimento para o movimento de alcance em comparação com os idosos sem histórico de quedas. Assim, a tarefa combinada desenvolvida no presente estudo identificou mudanças nas estratégias de controle motor em idosos caidores. Estes resultados mostram que idosos com histórico de quedas apresentam dificuldades em realizar tarefas sequenciadas, o que pode prejudicar o desempenho nas atividades de vida diárias. Assim, a análise do movimento de tarefas motoras combinadas(marcha e alcance e preensão) auxiliou no entendimento das estratégias de controle motor utilizadas por idosos com histórico.

Palavras chave: alcance manual; preensão; marcha; idosos; locomoção adaptativa; dupla tarefa.

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910