Sobre os investimentos e cuidados com o corpo na sociedade de consumidores: interpretações à partir de estudantes do Ensino Médio do Colégio Pedo II

Nome: Guilherme de Castro Ribeiro Ferreira e Silva
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 30/06/2017
Orientador:

Nomeordem decrescente Papel
Ivan Marcelo Gomes Orientador

Banca:

Nomeordem decrescente Papel
Felipe Quintão de Almeida Examinador Interno
Ivan Marcelo Gomes Orientador
Ueberson Ribeiro Almeida Examinador Externo

Resumo: O objetivo do estudo foi analisar como os estudantes do ensino médio do Colégio Pedro II investem e cuidam do corpo no que Zygmunt Bauman convencionou chamar de sociedade de consumidores. A pesquisa desenvolveu-se com setenta e cinco estudantes do ensino médio regular e integrado do Colégio Pedro II – Campus São Cristóvão III. A coleta de informações se deu a partir de dois instrumentos: (1) Questionário Survey on-line e (2) Grupo Focal. No questionário survey on-line setenta e cinco estudantes responderam sobre questões relacionadas a quatro grandes eixos-tema: corpo e consumo; intervenções no corpo; cuidados com a alimentação; e práticas corporais. O grupo focal teve um encontro e contou com a participação de sete estudantes, selecionados a partir da análise das respostas do questionário survey on-line. A organização – roteiro – deu-se a partir dos quatro grandes eixos-tema e de dados do questionário survey on-line. Os dados foram analisados a partir do cruzamento das informações do questionário survey on-line e do grupo focal, privilegiando o diálogo com a abordagem sociológica de Zygmunt Bauman. As análises desenvolvidas demonstraram que os estudantes do Colégio Pedro II, mesmo vivendo e estudando em um ambiente plural no que tange as questões sociais, políticas, econômicas e culturais, bem como tendo acesso a discussões e reflexões sobre o corpo a partir da diferença e compreendendo esse corpo dentro de uma sociedade pautada pelo consumo, não estão imunes aos discursos imperativos das instituições que ora regulam o corpo, como a indústria do corpo. Nesse sentido, o discurso dos estudantes sobre os investimentos e cuidados com o corpo na sociedade de consumidores se mostram ambivalentes, pois muitos estudantes disseram gostar de seus corpos, mas, no decorrer do trabalho, muitos se mostraram insatisfeitos e/ou inseguros com seu corpo, buscando por meio de intervenções no corpo, cuidados com a alimentação e práticas corporais, satisfazerem suas necessidades/desejos/vontades na busca por um corpo magro e atlético, sinônimo de beleza e sucesso. Dessa maneira, corroborando com Zygmunt Bauman, o trabalho demonstrou que estar insatisfeito com o corpo é uma condição da sociedade de consumidores.

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910