Trajetórias de formação de educadores sociais nos Centros Pop da Grande Vitória

Nome: Samuel Coelho da Silva
Tipo: Dissertação de mestrado acadêmico
Data de publicação: 29/10/2018
Orientador:

Nome Papelordem decrescente
Liana Abrão Romera Orientador

Banca:

Nome Papelordem decrescente
Rosianny Campos Berto Coorientador
Carlos Nazareno Ferreira Borges Examinador Externo
José Francisco Chicon Examinador Interno
Liana Abrão Romera Orientador

Resumo: Esta dissertação teve como objetivo geral investigar como se constitui a formação e a trajetória dos educadores sociais para o desenvolvimento de atividades voltadas para a população em situação de rua atendida nos Centros Pop da Região Metropolitana da Grande Vitória. Para tanto, de modo mais específico, traçamos os objetivos de: compreender o processo de formação dos educadores sociais que atuam na equipe multidisciplinar dos Centros Pop da Grande Vitória, antes do ingresso e durante a permanência no quadro de funcionários e; analisar quais experiências levaram esses funcionários a atuar com a população em situação de rua. Este trabalho se justifica pela necessidade de compreender a formação e qualificação do grupo de educadores sociais que atuam no Centro Pop, pois a partir dos desdobramentos da pesquisa poderemos perceber se a política de formação proposta nos documentos, seus princípios e diretrizes, contribuem para o processo de intervenção diária. Buscando elementos para subsidiar a questão a partir dos educadores sociais a pesquisa se caracteriza metodologicamente como qualitativa. Para a realização deste estudo articulamos a pesquisa documental que consistiu no levantamento e análise de documentos referentes às políticas da assistência que dão suporte à implementação do serviço e, o trabalho de campo, com aplicação dos instrumentos utilizados para a produção de dados como o roteiro de observação, o questionário e o roteiro de entrevista semiestruturada. A escolha desses instrumentos foram para compreender as dinâmicas de funcionamento do cenário de pesquisa, no intuito de observar os modos como as políticas socioassistenciais se materializavam no cotidiano, sobretudo na formação dos educadores sociais voltados ao atendimento da população em situação de rua. Na descrição e análise dos dados, foi possível constatar a relevância dos educadores sociais nas intervenções e na implementação da política sociassistencial ofertada pelos Centros Pop. Apontamos também da possibilidade das práticas corporais, mesmo que de forma pontuais, fazerem parte do rol de atividade oferecidas por esses profissionais, abrindo espaço para a inclusão de professores de Educação Física na equipe multidisciplinar do Centro Pop somando para a implementação de políticas socioassistenciais. Os educadores em sua maioria, mesmo não tendo formação específica para atuarem, demonstraram comprometimento com as atividades sob sua responsabilidade nos Centros Pop investigados.

Palavras-chave: Educadores Sociais; Centro de Referência Especializado para a População em Situação de Rua; Trajetória; Formação; População em Situação de Rua

Acesso ao documento

Acesso à informação
Transparência Pública

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910