Escolarização da Educação Física

Código: PGEF-11
Curso: Mestrado em Educação Física
Créditos: 4
Carga horária: 60
Ementa: Estuda as interfaces sócio-históricas entre Educação e Educação Física no Brasil, analisando a constituição da escola e o processo de engendramento do campo da educação Física.
Bibliografia: FILHO, L. M. Instrução elementar no século XIX. In LOPES, E. M. T.; FARIA FILHO, L. M. e VEIGA, C. V. (Orgs.) . 500 anos de educação no Brasil. Belo Horizonte: Autêntica, 2000, p. 135-150.

FRAGO, A. V. El spacio y el tiempo escolares como objecto histórico. Contemporaneidade e Educação, Ano V, n. 7, p. 93-110, 2000.

GONDRA, J. Filhos da sombra: os “engeitados” como problema da hygiene no Brasil. In FARIA FILHO, L. M. (Org.). A infância e sua educação: materiais, práticas e representações. Belo Horizonte: Autêntica, 2004, p. 125-142.

GOUVEA, M. C. S. de. A escolarização da “meninice” na Minas oitocentistas: a individualização do aluno. In VEIGA, C. G. e FONSECA, T. N. de L. e (Orgs.). História e historiografia da educação no Brasil. Belo Horizonte: Autêntica, 2003, p. 189-226.

PAIVA, F. O ensino da gymnastica: memória e problematização. CD-Rom dos Anais do XII Congresso Brasileiro de Ciências do Esporte. Caxambu, 2001.

_______. Sobre o pensamento médico higienista oitocentista e a escolarização: condições de possibilidade para o engendramento do campo da educação física no Brasil. In GOUVEA, M. C. S. de e VAGO, T. M. (Orgs.). Histórias da educação: histórias da escolarização. Belo Horizonte: HG Edições, 2004, p. 105-116.
SOUZA, R. F. de. Espaço da educação e da civilização: origens dos grupos escolares no Brasil. In SOUZA, R. F. de ; VALDEMARIN, V. T. e ALMEIDA, J. S. (Orgs.). O legado educacional do século XIX. Araraquara: UNESP, 1998, p. 19-62.

Transparência Pública
Acesso à informação

© 2013 Universidade Federal do Espírito Santo. Todos os direitos reservados.
Av. Fernando Ferrari, 514 - Goiabeiras, Vitória - ES | CEP 29075-910